Governo dos Açores disponível para potenciar o desenvolvimento da cultura do café

O Diretor Regional da Agricultura afirmou no início do mês, na ilha Terceira, que o Governo dos Açores está disponível para ajudar os produtores de café a estudarem e avaliarem a introdução de novas variedades de plantas, de modo a potenciar o desenvolvimento de uma cultura recente na Região.

“As nossas caraterísticas edafoclimáticas, os nossos solos vulcânicos são fatores decisivos para a produção de um café singular nos Açores, que acreditamos tem margem para crescer”, frisou José Élio Ventura, à margem de uma reunião com a Direção da Associação de Produtores Açorianos de Café, que contou também com a presença do Diretor Regional do Desenvolvimento Rural, Valter Braga, de especialistas brasileiros e de responsáveis da empresa Delta Cafés.

O Diretor Regional da Agricultura salientou que a cultura do café nos Açores é abrangida pelos apoios que existem à produção, no âmbito das ajudas hortofrutícolas do POSEI, podendo os produtores também candidatar-se a projetos de investimentos no âmbito do PRORURAL+.

José Élio Ventura destacou ainda que, em virtude do protocolo entre a Associação de Produtores Açorianos de Café e a Delta Cafés, prevê-se a realização de estudos à cultura do café em ilhas como a Terceira, São Miguel e São Jorge, para avaliar potencialidades e limitações atuais.

“A ligação entre estas duas entidades é bem reveladora do interesse e do potencial que o café poderá vir a ter no futuro em termos económicos e como alternativa de produção agrícola nas ilhas”, sustentou o Diretor Regional.

José Élio Ventura destacou que, no caso da ilha Terceira, existem mais de 7.500 plantas de café, numa área de quatro hectares.

  • Quem Somos

    Associação dos Jovens Agricultores Micaelenses

     

    Associação sem fins lucrativos, destinada a informar e contribuir para a valorização técnica, empresarial e cultural dos Jovens Agricultores Micaelenses.

     

  • Tempo em PDL

  • Simulador de Leite

  • Preços Gasóleo

    Preços 1 janeiro 2018

    Normal – 1.23€

    Agrícola – 0,72 €

Bem Vindo À

Associação de Jovens Agricultores Micaelenses