Comissário europeu aponta que agricultores da EU têm de ser apoiados para reduzir emissões de CO2

O comissário europeu da tutela, Janusz Wojciechowski, assumiu que os agricultores da União Europeia (UE) terão de receber apoios para reduzirem as emissões de dióxido de carbono (CO2).

Numa teleconferência de imprensa no âmbito da Estratégia do “Prado ao Prato”, apresentada na semana passada, o comissário europeu, citado pela Agência Lusa, numa notícia publicada no Notícias ao Minuto, referiu que “reduzir emissões CO2 é um dos maiores esforços e os agricultores têm de receber ajudas no próximo quadro financeiro” para tal.

A futura Política Agrícola Comum (PAC) recomenda objetivos específicos para a UE, como a redução de 50% do uso de pesticidas químicos e a utilização dos pesticidas de maior perigo até 2030, bem como a diminuição em 50% do uso de antibióticos e da perda de nutrientes até 2030. As medidas contribuem para a concretização do Pacto Ecológico Europeu.

Outra das recomendações é ter uma quota de 25% de produção agrícola biológica até 2030.

Esta estratégia poderá, de acordo com fontes europeias, contribuir para a redução dos custos de produção agrícola sem diminuir a produtividade, caso os agricultores recorram à introdução de novas técnicas mais ecológicas.

  • Quem Somos

    Associação dos Jovens Agricultores Micaelenses

     

    Associação sem fins lucrativos, destinada a informar e contribuir para a valorização técnica, empresarial e cultural dos Jovens Agricultores Micaelenses.

     

  • Tempo em PDL

  • Simuladores

  • Preços Gasóleo

    Preços 1 Setembro de 2020

    Normal – 1.105€

    Agrícola – 0.0623 €

Bem Vindo À

Associação de Jovens Agricultores Micaelenses